Sexta-feira, 06.01.12

There are times when
 I just want to send people to fuck or just ignore them.
-.-


publicado por joao às 12:55 | link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito

Quinta-feira, 01.09.11

Tumblr_ln3k9nc3ev1qjjcflo1_500_large

Gosto de chocolate, gosto do campo, de floresta, gosto de mistério, gosto de história e de reviver o passado. Gosto de rir, brincar e provocar. Gosto de "joguinhos" e nunca sei quando parar.
Gosto de calçar galochas (são as minhas pantufas fora de casa), gosto da minha independência, do meu desapego com as pessoas, do meu desinteresse pelos sentimentos dos outros, gosto de não me magoar, gosto do método que adoptei ao longo dos anos para não me magoar nunca mais e nunca mais me deixar ser calçado por ninguém.
Gosto de nadar, gosto de aventuras, gosto de estar com amigos, de falar, de pensar, de relembrar, de esquecer, de memorizar, gosto de ler e de escrever mesmo quando a inspiração falta. 
Gosto de dar mais importância à razão e não ao coração, gosto de não pensar nos meus sentimentos. Gosto de sorrisos e de coisas simples.
Gosto de histórias, gosto de pessoas que me façam esquecer os problemas, gosto de gelados, gosto de bolos, gosto de plantas, gosto de branco, azul e vermelho também. Gosto da cor dos meus olhos e de como mudam ao longo do dia.
Gosto da cor do céu, gosto de sentir o calor do sol, gosto da chuva.
Gosto de acordar cedo e aproveitar bem o dia. Gosto de séries e filmes. Gosto de música, gosto de piano. Gosto de terminar o dia a assistir ao pôr-do-sol na praia.



publicado por joao às 12:03 | link do post | comentar | ver comentários (16) | favorito

Segunda-feira, 07.03.11
183654_1895515344741_1147311703_2290666_6977821_n[


publicado por joao às 12:48 | link do post | comentar | ver comentários (16) | favorito

Segunda-feira, 28.02.11
Tumblr_lexl2xzqyd1qauti3o1_500_large

 

Maybe it´s not always about trying to fix something broken.

Maybe it´s starting over and creating something better.

 

Já algum tempo que não escrevia, parece que perdi a visão, a minha inspiração.

Na semana passada tinha uma vontade louca de escrever, e agora, neste momento, vejo-me sentado com as mãos e os dedos sobre o teclado, à procura de letras certas, até conseguir formar uma palavra e depois outra, uma palavra que caracterize o que sinto verdadeiramente neste momento.

Eu quero seguir em frente, mas não sei como. Eu quero ter a vontade de acordar e viver o dia, mas tu pareces que não queres. Não sei o que fazer.

Mas neste momento sinto-me assustado, angustiado, nervoso, medo. Penso em ti, e tenho medo de voltar a perder-te, de voltar a cometer os mesmos erros, sinto-me assustado porque não quero viver tudo de novo, não quero viver tudo outra vez. Não sei se tenho a determinação e a força que tinha dantes. Já não sei se tenho a coragem para suportar tal dor, e ver-te chorar de novo, ficar abatida, irreconhecível, ver-te mentir de novo a mim. Magoa só de imaginar. E saber que me mentes, sabendo que tudo o que me dizes é mentira e nada na tua cara é verdade, fico sem saber o que fazer, assustado.

Tenho medo do futuro, do desconhecido, mas isso não me interessa, porque eu nunca desistirei de lutar por ti, mesmo já não sabendo como se luta, eu vou para a guerra, por ti. Estarei sempre ao teu lado.

Também não sei porque escrevi isto, são tretas, meras e simples tretas.

 

P.S: Em relação à noite de sábado, sim foi muito divertido, nem me reconhecia, só fiz uma coisa, libertei-me e deixei-me ir, o meu desejo era que a noite nunca mais acabasse…

 

Hoje sinto-me bem, diferente.



publicado por joao às 20:46 | link do post | comentar | ver comentários (15) | favorito