Sábado, 6 de Agosto de 2011
Tumblr_lmv6z212qf1qb7ikeo1_500_large

  Eu não sei como começar ou qual o meu ponto de partida. Por vezes é preciso observar para sabermos que é verdade ou que realmente existe e sempre existiu a violência. Sabemos que existe, mas não a sua dimensão, temos uma ideia elaborada, mas quando vimos com os nossos próprios olhos todos os nossos valores preservados até aí tendem-se a transformar em raiva, medo, angústia.

  Todos afirmam que o que está na base das relações humanas é a sinceridade, a honestidade. Eu acredito no respeito, apenas nos respeitarmos conseguiremos criar e gerar o amor, um sentimento, assim e só assim alcançaremos a verdadeira felicidade.  

  Eu não falo de "guerrinhas" entre amigos por causa de uma namorada, por causa de estúpidos ciúmes. Isso são brincadeira de crianças comparados com outras situações.

  Eu falo de violência doméstica, que afecta não só o próprio casal, mas os filhos e todos os envolventes.

  Não me interessa se é uma prostituta, se traiu ou devia dinheiro ao marido. Ela é humana, um ser humano como tu e eu.

  Nunca entendi no ser humano a necessidade de agressão para demonstrar poder sobre a mulher. Ele não é humano como ela, agredir-lhe nunca o fará, apenas fará dele um monstro sem coração e sem qualquer razão.

  Hoje falo com voz de raiva e injustiça para a situação a que sempre vivenciamos e com esperança de que um dia nasça na mente destas pessoas a necessidade de revolta perante esta mesma situação.



publicado por joao às 09:07 | link do post | favorito

De hope a 7 de Agosto de 2011 às 22:12
Vergonha. É o que sinto agora sinceramente...
A sério ahm... nem sei por onde começar a sério! Para ser sincera nem acabei de ler os comentários (nem cheguei a começar a ler) ou melhor não queria ler...
É assim, eu não copio e não posto textos que não são meus... Ás vezes quando gosto mesmo de um copio para o word e ponho do meu ponto de vista para ver como fica mas depois apago tudo, mas pelo que parece o teu escapou... Não me perguntes porquê que eu fasso isto porque eu sinceramente também não sei (todos temos as nossas manias não? Por mais estranhas que sejam). Eu como não postava á muito e vi aquilo no ambiente de trabalho deduzi que fosse meu, porque normalmente tudo o que tenho no pc é meu eu nem sei quantos texto tenho cá, e como vi aquele decidi postar...
A sério João, sei que isto parece estupido, mas se eu me lembrasse ou sobesse que era teu obvio que não ia postar sabendo que vais ao meu blog seria demasiado estupida a esse ponto...
Se não me quiseres falar mais compreendo perfeitamente, estás no teu direito.
Nem foi perciso ler os comentários que tu e a Maria deixaram, percebi logo que tinha feito asneira da grossa.
Eu já apaguei o post e a unica coisa que me resta é pedir desculpa e pronto, sinceramente não sei o que dizer mais.
Eu não sei o que disseste no ultimo comentário mas tens todo o direito de estares chateado comigo e tudo isso...
Desculpa, eu sei que de certo podo te desiludi...


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

evolusi. <body>
IT'S MY TIME!
tumblr
segue-me
perfil cria
Tumblr_m8feqywrjp1r6dbp1o1_500_large