Quinta-feira, 14 de Julho de 2011
Tumblr_lfwd82hygp1qcma2co1_500_large

 

Se pudesse ou se teve no mínimo o poder de adiar o dia de amanhã, era assim que desejaria viver o resto da minha vida. Nunca ter de conhecer o dia de amanhã (especificamente o de amanhã), de saber que todos os meus sonhos nunca passaram disso, sonhos.
Talvez esteja a dramatizar um pouco, mas amanhã é como se fosse, para mim, o grande "dia D", ou um começo de uma nova guerra mundial.
Queria viver assim, porque hoje e ontem poderei viver sempre na expectativa de que tudo é possível, de que poderei entrar na universidade, de começar um novo capitulo. Viver num sonho, sim. Mesmo sabendo que é errado fechar os olhos ao real ou simplesmente virar costas.
Porque depois de entrar naquela escola, depois de um grande e enorme suspiro, vou me aperceber de que tudo não passou de um sonho, de que todo o esforço não foi nada, nunca existiu.
Nestes últimos dias não tenho conseguido sair da cama ou sequer do meu próprio quarto, porque a única coisa que sei fazer é fechar os olhos e pensar que será possível e vai ser possível.Mas toda a criança se torna adulta um dia, não é verdade? Porquê? Porque deixou de sonhar ou de ter a imaginação de um mundo perfeito? Parece que chegou a minha vez.

 



publicado por joao às 22:42 | link do post | comentar | favorito